Exclusivo: Henri Castelli cai no choro ao denunciar agressão grave e revela cirurgias: “Sensação que minha boca estava pendurada” – assista


No dia 30 de dezembro, veículos da imprensa, a princípio do Nordeste, reportaram que Henri Castelli havia dado entrada no hospital Santa Casa de Alagoas, após se envolver numa briga e ter a mandíbula fraturada. Na ocasião, o ator confirmou a internação através de sua assessoria, mas alegou como motivo, um acidente na academia. Nesta segunda (11), Henri quebrou o silêncio sobre o caso e fez um desabafo emocionado, recordando o que viveu.

O relato

Em entrevista exclusiva ao hugogloss.com, o ator explicou que não houve uma briga. Segundo Castelli, ele sofreu a violência de forma gratuita e de surpresa. “Não houve briga, eu fui agredido covardemente, puxado pelo pescoço, por trás, sem que tivesse antes sequer conversado com qualquer uma das pessoas que me agrediram. Não me parece que isso seja uma briga, eu não consegui nem reagir, fui jogado no chão e recebi chutes e socos”, contou.

Henri garantiu que não conhecia os agressores até o momento em que as testemunhas fizeram a identificação. “Por sorte havia testemunhas que indicaram os agressores, do contrário eu não teria condições de dizer quem são. Não sei o motivo, como eu disse, eu não os conhecia antes e naquele dia eu sequer falei com eles”, frisou. Assim como a imprensa divulgou inicialmente, a agressão realmente fraturou gravemente a mandíbula do ator.

Continua depois da Publicidade

“[Foi uma agressão] totalmente arbitrária, violenta, agressiva, sem motivo algum. E ainda que eu tivesse xingado alguém não justificaria quebrar o rosto da pessoa em dois. Como eu disse, já temos os depoimentos das testemunhas, pessoas que se ofereceram para dizer o que aconteceu“, afirmou Henri Castelli, que reforçou não ter conseguido reagir pela surpresa do ataque. “Foi tudo muito rápido, ao mesmo tempo em que pareceu uma eternidade, enquanto eu levava socos e chutes. Só me levantei quando as pessoas interviram, não tive chance de reação porque sequer percebi que pudesse ser agredido”, acrescentou.

Questionado se a primeira versão da história – do acidente na academia – poderia prejudicar a legitimidade da versão divulgada agora, o artista revelou ter provas suficientes de tudo que aconteceu naquele dia. “Antes de mais nada se eu fosse responsável por algo eu diria, até porque há câmeras no local e testemunhas, de modo que a legitimidade da minha narrativa será atestada, também, através dessas questões”, garantiu. Henri Castelli aproveitou para explicar por qual motivo decidiu não trazer à tona o que ocorreu logo de cara.

Henri Castelli sofreu graves lesões por agressão. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Eu estava longe da minha família, com a boca pendurada, como que eu iria ligar para a minha mãe e falar: ‘Mãe, eu apanhei, quebraram a minha boca, mas eu estou bem’. Minha mãe somente soube do que verdadeiramente aconteceu depois que eu saí da cirurgia e fui para casa, eu pessoalmente quis falar com ela. A minha única preocupação era não assustar a minha mãe, meus filhos, em momento algum pensei em agir para legitimar ou não a minha palavra”, argumentou.

Continua depois da Publicidade

Após receber os primeiros atendimentos médicos na Santa Casa, Henri ainda precisou seguir viagem para Fernando de Noronha, onde tinha uma série de compromissos profissionais. No dia 8 de janeiro, o ator passou pelas cirurgias necessárias em São Paulo, e já se recupera em casa, aguardando o desfecho da história. “Que os agressores sejam punidos, que haja Justiça e que eu não fique com sequelas”, torceu.

Trâmites judiciais 

O hugogloss.com conversou com o advogado de Henri, Marcelo Amaral Colpaert Marcochi, que confirmou o registro do boletim de ocorrência e o exame de corpo de delito ainda em Alagoas. Os procedimentos foram feitos todos no dia da agressão, inclusive os depoimentos das testemunhas. “Ele se submeteu aos exames no IML, inclusive complementares, e novos laudos estão sendo elaborados. Sempre que houver qualquer alteração no quadro clínico iremos documentar. Eu já solicitei ao delegado que requisitasse as filmagens do local, assim como um comprovante de consumo de todos os envolvidos, do Henri e dos agressores”, informou.

[Alerta! Imagens sensíveis a seguir!]

“Queremos justiça, que sejam responsabilizados pelas agressões, e que o processo, e a pena, cumpram o seu papel. Confio na Polícia e no Ministério Público de Alagoas, assim como estou certo de que haverá um julgamento justo e imparcial. Meu desejo é que haja uma punição adequada e proporcional a essa injustificável agressão”, declarou Marcelo, acrescentando já ter identificado os agressores.

A gravidade do caso

A cirurgiã-dentista Rana Saleh, responsável por cuidar de Castelli, deu detalhes da gravidade do caso ao hugogloss.com.Não é nada comum [essa fratura]. Mesmo em casos de agressão, em que há fraturas de dentes ou até mesmo a perda deles, não é comum ver um maxilar com uma fratura exposta, como a que eu vi. Para que isso ocorra, é necessário um impacto extremamente violento, visto que se trata de um osso compacto, estruturado. Então, a violência, com certeza, foi muito grande. Realmente, até pra mim, que sou profissional de saúde, foi assustador”, confidenciou.

A profissional explicou que, por enquanto, não é possível saber se o ator precisará de outros procedimentos cirúrgicos. É necessário aguardar os resultados da operação feita nos últimos dias. “Somente o tempo irá dizer, mas ele irá precisar de tratamentos e reabilitação para ter uma melhora efetiva. Esperamos que não haja sequelas, pois poderá haver um grande prejuízo na sua vida pessoal e também na profissional, já que Henri é ator e precisa estar recuperado totalmente para exercer o seu ofício”, pontuou.

Continua depois da Publicidade

Desabafo público de Henri

Nesta segunda-feira (11), Henri Castelli publicou uma série de stories em seu Instagram, reunindo detalhes sobre as agressões que sofreu. Com o rosto inchado e uma pequena ferida perto da boca, ele explica que decidiu dividir o que enfrentou no final do ano passado com “as pessoas que o querem bem”. “Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano, por ocasião de um acidente na academia. A verdade é que não foi um acidente e não foi na academia”, revelou logo no início.

“Eu fui agredido covardemente sem que eu pudesse reagir ou me defender. O que aconteceu foi que eu estava com alguns amigos, e do nada eu fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e fui agredido. Vítima de socos e chutes que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula”, explicou. O artista compartilhou as imagens chocantes das tomografias tiradas assim que deu entrada no hospital, mostrando o estrago que a violência causou ao seu rosto.

Enquanto começa a ficar com a voz embargada, Henri lembra que ainda no caminho para a Santa Casa já era possível perceber a gravidade da lesão. “A impressão que eu tinha era que minha boca estava pendurada naquele momento. Liguei imediatamente para minha dentista que me orientou a ir para um hospital mais próximo”, recordou. A dentista que cuida do ator acompanhou todo o atendimento virtualmente junto da equipe alagoense. “O médico e sua equipe que foram espetaculares, agradeço aqui publicamente”, frisou Castelli. Os registros dos primeiros socorros foram guardados e serão anexados ao processo contra os agressores.

Continua depois da Publicidade

O artista explicou que os profissionais amarraram sua boca com um fio de aço, assim ele poderia fazer a cirurgia em São Paulo junto de sua dentista. As fotos desse período também foram compartilhadas com os seguidores. Antes de voltar para casa, Henri ainda precisou viajar para Fernando de Noronha, onde tinha outros compromissos profissionais agendados previamente. Foi neste momento que ele e sua assessora de imprensa acharam por bem dar uma outra versão sobre a internação.

“Pra quê?! Para não assustar a minha família, porque ligar pra sua mãe e dizer: ‘Mãe, eu fui agredido, fraturei a minha mandíbula, mas eu tô bem’, não era a melhor ideia a se fazer. Ela só soube de tudo depois que eu voltei pra casa, depois da cirurgia”, confessou o ator, visivelmente emocionado. No período em que cumpria os trabalhos, Castelli esteve medicado e com acompanhamento médico.

Henri lembrou que logo depois do contato com a assessora, seu advogado ligou e o orientou a procurar a delegacia e o Instituto Médico Legal (IML) para fazer o corpo de delito. Segundo o ator, durante o depoimento já foi possível identificar os agressores e alguns já foram chamados para prestar esclarecimentos. “Era dia 30 de dezembro, o laudo foi juntado [às denúncias] apenas na segunda-feira seguinte ao ano novo. Por orientação do doutor Marcelo, mantivemos a história sobre a academia para que eu pudesse seguir com meus trabalhos”.

Continua depois da Publicidade

O ator chegou em casa no dia 7 de janeiro, e mais uma vez gravou uma série de vídeos do pré-operatório, aconselhado pelo seu advogado. “Naquele momento eu só pensava na minha família, nos meus filhos, eu senti muito medo de ficar com sequelas para sempre, porque a minha boca ainda tá torta e muito inchada e roxo”, contou. Nesta data, a mãe de Henri só soube que ele tinha chegado de viagem, enquanto isso, o ator foi para o hospital Albert Einstein. Felizmente, no dia seguinte, o artista passou pela cirurgia e tudo correu tão bem que ele acabou recebendo alta no mesmo dia, bem antes do previsto inicialmente.

“Só então eu falei a verdade para a minha mãe e minha família. Só agora eu também me senti tranquilo para vir aqui contar o que aconteceu”, disse. No sábado (9), Henri pretendia publicar os stories, mas notou o surgimento de um novo hematoma, agora no peitoral. O advogado o orientou mais uma vez procurar as autoridades para o exame de delito, e só assim tornar o caso público.

Ao falar do tratamento, que exigirá repouso, acompanhamento médico constante e uso de medicamentos, Castelli voltou a se emocionar. “Torcer para que se Deus quiser não tenha sequela nenhuma. Há muito o que se fazer ainda. Então, é isso, meus queridos amigos. Eu precisava vir aqui pra falar com vocês, porque eu respeito muito o carinho que vocês têm por mim”, agradeceu. Sem conseguir segurar as lágrimas, o ator finalizou: “A todos aqueles que, infelizmente, não sabem o que fazem, eu perdoo. Não tenho raiva nenhuma. Só quero me recuperar e rezar e ficar sem sequelas nenhuma”. 

[Alerta! Imagens sensíveis a seguir!]

 

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *