Emily Mitchell: Causa da morte de influencer, de 36 anos, que estava grávida do quinto filho é revelada


Que tristeza! A causa da morte da influenciadora norte-americana Emily Mitchell, que faleceu três dias antes do Natal do ano passado, enquanto estava grávida com o quinto filho, finalmente foi revelada.

De acordo com a autópsia divulgada esta semana, a morte de Mitchell foi causada por embolia pulmonar. A informação foi dada em um comunicado publicado na página da ‘vaquinha’ do GoFundMe, criada para arrecadar fundos para o viúvo da influencer, Joseph Mitchell, e os quatros filhos do casal – Finn, Isla, Edie e Lulu. Até o momento, a iniciativa já acumula 175 milhões de dólares doados, cerca de 920 milhões de reais.

“Caros amigos e família, as crianças e eu somos muito gratos pela demonstração de amor e apoio na sequência da morte repentina de nossa amada Emily e do bebê Joey. Palavras não podem descrever o quão significativo suas palavras, gestos, expressões e incentivo foram para nós”, diz o texto. “Sentimos muito a falta de mamãe, mas também temos paz e alegria como crentes, sabendo que ela está realmente em um lugar melhor na presença de seu Salvador, por ter confiado em Jesus desde tenra idade. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16)”, continua o relato.

Continua depois da Publicidade

Em seguida, a publicação revela detalhes sobre o laudo médico que confirmou a causa do falecimento da norte-americana. “Obrigado também por respeitar nossa privacidade enquanto nos adaptamos à vida sem mamãe. Há poucos dias, soubemos do Escritório de Examinadores Médicos do estado que a causa oficial da morte foi uma embolia pulmonar. Embora seja um desafio entender como isso poderia ter acontecido, sabemos que todos os primeiros socorros e o pessoal médico fizeram tudo o que podiam para ajudar e, portanto, temos certeza de que era simplesmente a hora dela; o Senhor a estava chamando para casa”, diz o texto.

“Continuaremos nosso compromisso com a educação domiciliar no mesmo espírito e visão pelos quais Emily era tão apaixonada, e estamos ansiosos para aprender a melhor forma de continuar compartilhando o que as crianças e eu estamos fazendo no Instagram”, finaliza. O comunicado é assinado por Joseph e pelos quatro filhos.

Ainda segundo declarações divulgadas pela família na página de arrecadação de dinheiro, Emily tomava café da manhã quando parou de se mover e “de repente ficou sem resposta”. A influencer, que estava grávida de 16 semanas com o bebê que se chamaria Joey, foi levada para o Hospital Westerly, em Rhode Island, nos Estados Unidos, onde ambos foram declarados mortos no mesmo dia.

No perfil do Instagram, chamado de “The Hidden Away”, que ainda reúne mais de 179 mil seguidores, Emily e o marido compartilhavam detalhes da vida familiar e da nova gestação.“O número CINCO está chegando e estamos aqui para isso. Onze semanas, 2 dias e contando”, diz ela na legenda de uma das fotos.

No último post feito no perfil da influenciadora, no dia 8 de dezembro, Emily contou que seria a sua quinta cesariana. “Meu plano nunca foi ter cinco cesarianas. Mas você pode ter certeza que estou muito grata por elas. Mesmo que eu tenha sofrido pela primeira vez por perder o que a “verdadeira experiência da maternidade” deveria ser. Como me sinto agora? Não importa como eles (os filhos) chegam aqui. Só importa QUE ELES CHEGUEM AQUI. E sejam tão profundamente AMADOS”, escreveu ela. Uma verdadeira tragédia!

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *