Bridgerton: René-Jean Page foi quem decidiu não retornar para segunda temporada, diz revista; saiba detalhes e entenda o motivo!


O desejo de Vossa Graça é uma ordem! Na semana passada, os fãs de “Bridgerton” se entristeceram com o anúncio de que Regé-Jean Page não estaria na segunda temporada da produção. Como se sabe, a nova leva de episódios não dará um destaque para seu personagem, o duque de Hastings, e a amada Daphne. Contudo, de acordo com a revista The Hollywood Reporter, esse não foi o único motivo para a saída do ator.

Após o estrondoso sucesso da série – que tornou-se a maior estreia da história da plataforma – os produtores teriam tentado convencer Regé a retornar para uma próxima temporada. “Eu amaria poder vê-los juntos novamente e ao mesmo tempo explorar os outros irmãos e irmãs da família”, já havia dito o showrunner da produção, Chris Van Dusen, sobre um retorno de Phoebe Dynevor e Page como o memorável casal.

Produtores tentaram convencer Regé-Jean Page a retornar para a segunda temporada “Bridgerton”, mas o astro não teria topado. (Foto: Liam Daniel/Netflix)

Agora, fontes revelaram mais detalhes das negociações à THR, bem como o que motivou a decisão do ator. “Page recebeu uma oportunidade de retornar como ator convidado em três a cinco episódios da segunda temporada – num cachê de US$ 50 mil [cerca de R$ 280 mil] por episódio – mas rejeitou por uma infinidade de motivos”, declararam insiders. Segundo eles, Regé estaria focado em sua “crescente carreira no cinema”.

Continua depois da Publicidade

No fim das contas, o motivo é bastante plausível, se considerarmos os próximos projetos do novo queridinho da Netflix. O britânico já é presença confirmada no elenco estreladíssimo de “The Grey Man”, longa da plataforma de streaming no qual atuará ao lado de Wagner Moura, Chris Evans, Ryan Gosling, entre outros ícones. Regé também estará na adaptação do RPG “Dungeons & Dragons”, estrelada por Chris Pine. Ou seja, adeus Bridgertons, olá, novos horizontes!

Regé-Jean Page comenta saída de “Bridgerton”

Apesar do sucesso global de seu personagem, que lhe rendeu uma indicação ao SAG Awards, Regé revelou à Variety que seu contrato sempre foi para uma única temporada. “Quando (os produtores) me abordaram, disseram que seria um arco de um ano, com começo, meio e fim. Eu pensei que isso seria interessante, porque seria como uma minissérie. Eu chego, contribuo com a minha parte, e depois a família Bridgerton continua a história”, contou.

Continua depois da Publicidade

A sequência de “Bridgerton”, como já anunciado pela Netflix, adaptará os acontecimentos do segundo livro de Julia Quinn, “O Visconde que me Amava”. Nele, o protagonismo passa a ser de Anthony (Jonathan Bailey), o irmão mais velho de Daphne (Phoebe Dyvenor), que está em busca de alguém para se casar. Regé, inclusive, sempre adorou a ideia de que a série é essencialmente uma antologia, com cada livro (e temporada) dedicado à história de amor de um irmão diferente.

Fenômeno de audiência, “Bridgerton” se tornou a série mais vista da história da Netflix, tendo atingido mais de 82 milhões de lares! Sucesso total! (Foto: Divulgação/Netflix)

“Uma das coisas que é diferente nesse gênero (romance) é que o público sabe que o arco se completa. Eles vêm sabendo disso, então você pode amarrar as pessoas em nós emocionais, porque eles têm aquela garantia de que vamos nos assumir e teremos o casamento e o bebê”, declarou ainda, sobre o desfecho de Simon. Vossa Graça não só se joga no casamento com Daphne, como cede aos próprios princípios e resolve continuar a linhagem Hastings, ao dar um filho à esposa.

Continua depois da Publicidade

Ao contrário dos fãs, que estão com o coração apertado de dizer adeus aos personagem, o astro se demonstrou pronto para a despedida. “Não tenho nada além de entusiasmo por ‘Bridgerton’ continuar a todo vapor e conquistar o mundo. Mas também vale a pena completar esses arcos e acertar na entrega”, avaliou.

Nas redes, Regé agradeceu o carinho dos telespectadores e colegas de trabalho. “A jornada de uma vida inteira. Foi um prazer absoluto e um privilégio ser seu duque. Juntar-me a essa família – não apenas na tela, mas também fora dela. Nosso criativo e generoso elenco, equipe e fãs incrivelmente maravilhosos – tudo está além de qualquer coisa que eu poderia ter imaginado. O amor é real e continuará crescendo”, escreveu.

No típico estilo da trama de Shonda Rhimes, o anúncio da despedida de Page foi feito por ninguém menos que nossa fofoqueira favorita, Lady Whistledown, nos perfis da Netflix. “Enquanto todos os olhos se voltam para a busca de Lord Anthony Bridgerton para encontrar uma viscondessa, damos adeus a Regé-Jean Page, que triunfantemente interpretou o duque de Hastings”, começou o recado.

Continua depois da Publicidade

“Nós sentiremos falta de Simon em cena, mas ele sempre será parte da família Bridgerton. Daphne continuará sendo uma esposa e irmã devotada, ajudando o seu irmão a navegar na próxima temporada social e no que ela tem a oferecer – mais intriga e romance do que meus leitores são capazes de lidar. Verdadeiramente sua, Lady Whistledown”, assinou a escritora fictícia, ao final do texto. Confira:

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *