Reviravolta! Suspeitos por sequestro de cães de Lady Gaga são presos, e uma das acusadas pela polícia surpreende; saiba detalhes


Após dois meses de investigações, George Gascón, promotor distrital de Los Angeles, liberou o nome de cinco suspeitos no caso do sequestro dos bichinhos de estimação de Lady Gaga e do tiroteio contra o passeador de cachorros, que prestava serviço à estrela. Segundo o TMZ, todos eles foram acusados por contribuições no crime.

Os cinco suspeitos foram presos nesta quinta-feira (29), sendo três deles acusados de envolvimento direto no tiroteio e de tentativa de assassinato. Surpreendentemente, a mulher que “resgatou” os cachorrinhos e os devolveu para a cantora é uma das suspeitas no caso. Fontes afirmam que os policiais encontraram o vídeo do beco em que os dois buldogues franceses foram deixados amarrados, após o sequestro. A gravação teria sido uma pista fundamental para identificar os criminosos.

Continua depois da Publicidade

A polícia já havia desconfiado da “heroína” que recuperou os bichinhos naquela época. Os oficiais, então, aconselharam Gaga a não entregar a recompensa de 500 mil dólares – aproximadamente R$ 2.715.100,00 – que foi anunciada anteriormente. Inicialmente, os oficiais pensaram se tratar de uma ação de alguma gangue, mas agora acreditam que os bandidos tinham a intenção de vender os cachorros, já que eles pertencem a uma raça bem valorizada no mercado.

Os buldogues franceses de Lady Gaga foram levados numa brutal ação criminosa. (Foto: Reprodução/Instagram)

Entretanto, os sequestradores teriam ficado nervosos com toda a repercussão do caso e resolveram devolver Koji e Gustav, para conseguir a recompensa. Foi aí que entrou Jennifer McBride, responsável por encontrar e entrar em contato com a cantora para devolver os dogs. Ela acabou sendo acusada de cúmplice de homicídio, assim como Harold White de 40 anos, amigo da moça e pai de um dos sequestradores. O homem tem ainda uma denúncia por posse de arma de fogo.

James Howard Jackson, Jaylin Keyshawn White e Lafayette Shon Whaley receberam acusações por tentativa de homicídio, formação de quadrilha para cometer roubo e roubo em segundo grau – quando o crime causa ferimentos em terceiros, ou há uso de armas de fogo. Jackson tem ainda duas outras denúncias: assalto com arma de fogo semiautomática e transporte de arma em um veículo. White também foi denunciado por assalto com uso de força física. Os três rapazes e Harold são conhecidos membros de gangues, segundo a polícia.

Continua depois da Publicidade

Relembre o caso

Na noite do dia 24 de fevereiro, Ryan Fischer, o passeador dos cães de Lady Gaga, foi baleado, enquanto caminhava com os bichinhos pela avenida Sierra Bonita, em Hollywood, Los Angeles. Koji e Gustav, dois dos buldogues franceses da cantora, foram levados pelos bandidos, enquanto a fêmea Asia conseguiu escapar. Posteriormente, imagens de segurança mostraram a brutalidade dos suspeitos e o terror na cena do crime.

Dias depois, a cantora fez um apelo pelas redes sociais, garantiu uma recompensa milionária e homenageou Ryan por ter colocado sua vida em jogo pelos cãezinhos. A família dele, por sua vez, emitiu um comunicado falando sobre seu estado de saúde e agradeceu à Gaga por ajudá-lo totalmente na recuperação.

Já na sexta-feira, dia 26, a estrela dormiu tranquila após o resgate de seus dois cachorrinhos. No sábado (27), fontes policiais revelaram ao TMZ como os pets foram encontrados. De acordo com a publicação, uma mulher teria achado os dois cães amarrados no poste de um beco e os reconheceu por conta da repercussão do caso na mídia.

Segundo a polícia, uma “boa samaritana” encontrou os cães de Lady Gaga e os devolveu. (Foto: Reprodução/Instagram)

Na sequência, a mulher entrou em contato com o e-mail divulgado por Gaga e sua equipe, informando que tinha se deparado com os pets. Então, ela foi orientada a levá-los a uma delegacia, e foi embora após deixá-los lá. Felizmente, os dois buldogues franceses estavam bem. Segundo o TMZ, insiders próximos à cantora dizem que ela pagaria “com prazer” a recompensa de US$ 500 mil para a “boa samaritana”.

Continua depois da Publicidade

O TMZ afirmou também que Lady Gaga ainda está “chorando de alegria” pela boa notícia, enquanto estava em Roma para as filmes do filme “Gucci”. Em matéria divulgada pelo jornal britânico Sunday Mirror, fontes próximas à Lady Gaga afirmaram que ela pagará mais de R$558 mil em cuidados médicos para Ryan Fischer. Segundo o jornal, Gaga cobriu todos os custos do tratamento do jovem e, também, garantiu que Fischer tivesse acesso aos melhores médicos durante sua recuperação.

“Gaga se sente horrível sobre o que aconteceu com Ryan e quer ter certeza de que ele está sendo bem cuidado. Ela absolutamente o adora e está para sempre em dívida com ele por sua coragem”, disse a fonte anônima.

A família de Ryan Fischer reforçou o amor dele pelos cães de Gaga e revelou que o mesmo está se recuperando aos poucos. (Foto: Reprodução/Instagram)

A gratidão da artista foi ainda mais longe, pois, de acordo com o contato da publicação, esse não é o único modo com o qual Gaga planeja recompensar o heroísmo do jovem. “Ela também queria compensá-lo pelo trabalho perdido e deseja-lhe uma recuperação rápida”, finalizou. Felizmente, o tratamento de Ryan tem dado resultados, já que o rapaz passa bem agora, após chegar perto da morte e ficar um tempo no hospital.

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *