Nego do Borel tem casa revistada por policiais, e se manifesta; Duda Reis consegue medida protetiva contra o cantor – Assista


O pior dia de sua vida. Foi assim que Nego do Borel classificou a última quinta-feira (14), dia em que foi acusado pela ex-noiva, Duda Reis, de estupro de vulnerável, ameaça, injúria, lesão corporal, violência doméstica e transmissão de HPV, em decorrência de relações extraconjugais do cantor. Ela também pediu por uma medida protetiva, que foi concedida à influenciadora nessa sexta (15), pela juíza Danielle Galhano Pereira da Silva.

A determinação proíbe que o músico tenha contato com a vítima e sua família, mantendo distância mínima de 500 metros. “Ressalte-se que a medida protetiva de proibição de contato proíbe o requerido de ‘marcar’ o nome da vítima, e de seus familiares (pais e irmã) em postagens que ele faça em quaisquer redes sociais, bem como comente postagens de qualquer um deles ou envie qualquer tipo de mensagem”, declarou a juíza.

Continua depois da Publicidade

Ainda ontem (14), o cantor concedeu uma entrevista a Leo Dias, do jornal Metrópoles, na qual negou veementemente as denúncias da ex, ressaltando que nunca teria apertado o braço da influencer durante uma discussão, ou a empurrado escada abaixo. “Mentira! Isso não aconteceu em momento nenhum! Nunca aconteceu, nunca fiz isso. Já discutimos, já segurei no braço dela, não tão forte como ela disse, mas volto a dizer, agressão, de segurar ela, pegar no braço e sacudir, não houve”, argumentou.

Na sequência, o artista assumiu que houve infidelidade da parte dele. “Não foram muitas traições, mas já traí ela sim, não só com uma pessoa. Admito, eu já traí a Duda, acho que umas três vezes”, confessou. De acordo com Nego, Duda teria também demonstrado interesse em outros rapazes: “Eu fiquei surpreso com umas conversas dela, áudios, falando sobre o irmão de uma amiga, que ele era um gostoso, e foi por isso que eu quis terminar também”.

Borel ainda disse ter se surpreendido com a alegação de Reis, envolvendo HPV. “Eu me cuido muito, sempre usei camisinha. Vou fazer o exame pra ver o que está acontecendo. É novidade, agora que fui saber. Não sei até agora se é verdade ou mentira”, contestou. O porte de arma foi outro ponto desmentido pelo carioca.

No boletim de ocorrência feito por Duda, ela disse que descobriu na residência do antigo parceiro, uma arma fuzil e um cofre com 2 milhões de reais em espécie. “Foi um fuzil de paintball. Não tenho porte de arma, nunca tive arma de verdade em casa. Ela falou que viu dois milhões aqui na minha casa, não teve isso nunca. Isso cabe a polícia vir aqui ver, minha casa está aberta. Na hora que a polícia bater aqui, vai ser muito bem-vinda. Delegados, advogados, quem quiser… Minha vida é aberta”, comentou o funkeiro.

“Não manuseio, conheço amigos que têm arma, conheço bandido, conheço polícia, conheço milícia, conheço todo mundo, mas isso não quer dizer que sou isso. Não preciso e não quero me envolver com arma”, assegurou. Agora pela tarde, o músico publicou alguns vídeos em seu Instagram, avisando que as autoridades foram até sua residência e confiscaram a tal arma.

“Olá, gente. Estou sumido aqui, por conta de tudo o que está acontecendo, mas nós estamos aqui, dentro de nossa legalidade, correndo atrás do nosso direito, de forma legal, pra provar pra vocês a minha inocência. A polícia acabou de sair da minha casa. Vieram na minha casa e eu autorizei entrarem, porque não tem nada de errado, eles viram. E eles levaram uma arma de airsoft que eu tinha, porque ela (Duda) falou que eu tinha uma arma em casa”, pontuou.

Ao jornal Extra, o delegado Alan Luxardo, titular da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), informou que a arma apreendida pelos agentes trata-se de um simulacro, não tendo sido identificado nenhum crime por parte do artista. Também não foi encontrada nenhuma grande quantia de dinheiro em espécie no imóvel.

Arma apreendida pelos policiais. (Foto: Reprodução/Jornal Extra)

Cantor registra denúncia contra Duda Reis

De acordo com a publicação, Nego do Borel compareceu à 42ª DP, no Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (13) para registrar uma ocorrência contra a ex-noiva, Duda Reis. O boletim acusa a atriz de injúria, calúnia e difamação. O cantor argumentou que a jovem não aceitou o término do noivado, em dezembro do ano passado, e que, por isso, ela estaria “criando toda a movimentação social como forma de vingança” contra o artista.

“Não era isso que eu queria, mas ela está mentindo! Tudo o que ela está falando é mentira”, desabafou, ainda durante o papo com Dias. “Eu tenho um sentimento por ela. Estou decepcionado. Não volto pra ela nunca mais, mas a gente teve uma vida juntos e eu não sou de pedra. Tenho esperanças dela me ligar e falar: ‘me perdoa’. Eu não estou acreditando que isso está acontecendo”, encerrou.

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *