Em live, Felipe Neto reclama de falta de posicionamento político de sertanejos; Zé Felipe se exalta e Gusttavo Lima debocha de youtuber, que rebate


Dias atrás, Felipe Neto participou de uma live no YouTube com os advogados Augusto de Arruda Botelho, Marco Aurélio de Carvalho, Gabriela Araújo, Fabiano Silva dos Santos e o apresentador Gustavo Conde, na qual criticou, sem citar nomes, a falta de posicionamento político de artistas da música sertaneja, diante da forma como o governo de Jair Bolsonaro tem lidado com a pandemia.

Na ocasião, o empresário se manifestou e reprovou o silêncio de pessoas influentes perante o caos político do país. “Quando falei que quem se cala perante ao fascismo, se torna fascista, eu fui muito criticado. Falavam que é um absurdo eu exigir que eles se manifestem sobre política, porque ‘ai, eu não entendo nada de política, não sou obrigado a me posicionar’. Eu concordo, só que quando a gente tem uma figura como a família Bolsonaro e o bolsonarismo… Quando a gente tem um movimento de ruptura institucional de ameaça democrática, a gente não tá falando só de debate político, de escolher candidato, de analisar propostas”, começou.

Continua depois da Publicidade

Na sequência, Felipe mencionou as milhares de mortes durante a pandemia do coronavírus, diante do desgoverno do presidente: “Quem se cala diante ao assassinato em massa da população brasileira, é conivente, e eu repito e vou repetir na cara de quem for. Vou repetir na cara de cantor, de atriz ou ator, de youtuber. Você não precisa entender de política pra saber que o que está acontecendo no Brasil, é um assassinato em massa”.

“Não tem mais espaço para tolerar o inaceitável silêncio de grandes comunicadores deste país. Não tem mais tolerância. Quero parabenizar todos os artistas que usam seu espaço de maneira consciente, os cantores que vão na contramão disso tudo, perdendo publicidade, perdendo dinheiro. Agora quantos estão em silêncio? Cadê os artistas sertanejos? Cadê vocês? Estão fazendo o quê? Tem gente morrendo e a preocupação é livezinha enchendo a cara? Não fala uma frase? Eu não tenho mais paciência pra esse tipo de gente”, acrescentou.

Zé Felipe e Gusttavo Lima rebatem

O extenso desabafo de Felipe foi cortado e apenas um trecho, no qual ele critica os sertanejos, acabou viralizando nas redes. Muitas pessoas rebateram a fala do youtuber, inclusive músicos como Zé Felipe, que usou os stories do Instagram nessa quarta (28) para se manifestar sobre o caso.

“O que o Felipe Neto falou hoje: ‘Esses artistas sertanejos fazem livezinha bebendo cachaça’. Primeira coisa: livezinha é a p*ta que te pariu”, disparou ele, sem especificar quais partes da live de Felipe ele viu. O filho de Leonardo ainda defendeu a classe artística, dizendo que essa contribuiu muito mais para a pandemia com doações, do que o empresário.

Continua depois da Publicidade

“Segunda coisa: a cachaça que a gente bebe nas lives, não estamos pedindo para você pagar. E terceira coisa: os artistas populares que cantam forró, sertanejo, tenho certeza, doaram muito mais e contribuíram muito mais com álcool em gel e o car*lho nessa pandemia do que você. Então lava a boca”, encerrou.

Gusttavo Lima foi outro que quebrou o silêncio e ironizou a popularidade do youtuber através de um comentário no Instagram. “Quem é esse cara? Não o conheço, alguém me ajuda, por favor? Quero me inteirar do assunto!”, alfinetou. A dupla João Bosco e Vinícius também reclamou da declaração de Neto: “Um exemplo clássico de intolerância está aí, cai quem quer”.

Felipe volta a se manifestar sobre o caso 

Após ser criticado nas redes, Felipe foi a público explicar que suas falas haviam sido retiradas de contexto. “Alguma pessoa inescrupulosa, sem nenhuma vergonha na cara decidiu cortar um trecho de uma live que participei de uma semana. Eu fiquei duas horas e meia nessa live, as pessoas perguntando e eu falando. Aí uma pessoa sem caráter corta um trecho de 20 segundos manipulando o que eu falei, que é para fomentar o ódio, para as pessoas acharem que eu falei uma coisa que não tem nada a ver com o assunto que eu estava discutindo e, nesse caso, jogar os sertanejos contra mim”, começou.

Na sequência, o empresário explicou seu comentário sobre o papel de artistas e influenciadores, diante do caos político que o Brasil enfrenta. “Comecei um discurso de 10 minutos sobre vários temas. Dentre eles, um tema que falo há muito tempo, que é sobre quem se silencia. Dentro desse embate contra o fascismo que vivemos, existem muitos artistas em silêncio e isso não é mais aceitável. Dentro do discurso fiz uma provocação aos sertanejos, justamente por ser uma classe artística onde muitos dos mais famosos não se pronunciam a respeito do governo, que está matando milhares de pessoas. Eu não queria criticar live nenhuma, não falei especificamente sobre o trabalho de ninguém”, garantiu.

De acordo com Neto, o trecho divulgado dava a entender que suas críticas seriam endereçadas, por exemplo, à recente live de Gusttavo Lima e Leonardo, para uma marca de cachaça. “Ninguém vai na live original pra ver o contexto do que eu estava falando. Os próprios sertanejos estão vendo o trecho descontextualizado e achando que falei para eles que eles não fazem nada pra pandemia, o que não tem nada a ver. Até entendo que alguns cantores fiquem esbravejando e xingando nos stories, porque eles estão mal informados sobre o que foi dito, minha crítica é outra”, frisou.

“A todos os sertanejos: boa sorte na carreira, que vocês continuem alegrando o povo brasileiro, só desejo coisas positivas. Mas abram a boca sobre o desgoverno fascista que estamos enfrentando! Fora isso, pode fazer live seguindo protocolos, todo mundo sabe que eu também errei no meio dessa pandemia, já pedi perdão. Não estou aqui pra passar sermão em ninguém, era uma questão puramente sobre o desgoverno fascista que estamos enfrentando. Sinto muito que vocês tenham sido enganados por posts de fofoca”, encerrou.

Em seguida, Felipe publicou um story tirando sarro do comentário feito por Gusttavo Lima. “Para a galera perguntado ‘quem é esse cara’… Larga a cloroquina e leia a revista Time”, escreveu o youtuber, fazendo referência à revista que nomeou ele e o presidente Jair Bolsonaro como os dois brasileiros mais influentes no ano passado.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Já a resposta a Zé Felipe veio no Twitter. “Ao rapaz do sertanejo com a máscara no queixo me xingando: eu não critiquei fazer live com bebida, eu critiquei o silêncio sobre o atual governo fascista. E não existe disputa de quem faz mais caridade. Faça sua doação sem pedir biscoito, ela é o mínimo”, declarou Neto.

“Quem postou o trecho da live em que falei dos sertanejos, cortou de propósito todo o início do discurso. Ao fazer isso, esse blog deu a entender que eu estava fazendo um discurso contra as lives sertanejas. Mentira. Era tudo sobre o silêncio de artistas com o atual governo fascista”, reforçou, por fim.

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *