Jesy Nelson dá primeira entrevista desde saída do Little Mix e revela episódio que foi a gota d’água: “Tive até ataque de pânico no set”


Um novo tempo já começou para Jesy Nelson! No final do ano passado, a cantora britânica surpreendeu o mundo ao anunciar sua saída da girlband Little Mix, após ter ficado um tempo afastada dos compromissos profissionais. Em entrevista para a revista Cosmopolitan, a estrela abriu o coração sobre o momento decisivo que a influenciou a deixar o grupo, como andam os preparativos para o lançamento da sua carreira solo, e qual cantor de boyband a procurou para oferecer apoio na época em que divulgou a despedida da banda.

Jesy, que já tinha dividido com o público sua luta contra os haters, ansiedade, depressão e a cobrança para ter um “corpo perfeito”, viveu um período positivo durante o isolamento social. “Estávamos no lockdown e foi a primeira vez que pude fazer uma pausa e ficar em casa com as pessoas que amo. Foi o mais feliz que já senti e não percebi isso até voltar ao trabalho. Eu imediatamente me tornei uma pessoa diferente”, recordou. A agenda de compromissos do Little Mix foi retomada, principalmente por conta da divulgação do álbum “Confetti”.

Na gravação do videoclipe de “Sweet Melody”, Jesy não deu conta de toda a pressão. “Tive ansiedade. Sempre que temos um videoclipe, coloco uma enorme pressão sobre mim mesma para tentar perder peso. Se eu não gosto do que vejo, acho tão difícil estar na frente da câmera e me sentir incrível e atuar“, confessou. Nos bastidores da produção, a situação piorou progressivamente.

Continua depois da Publicidade

“Eu estava no lockdown e ganhei um pouco de peso, mas não me importei. E eles disseram, ‘Você tem um videoclipe [para gravar] em algumas semanas’, e eu simplesmente entrei em pânico. Fiz essa dieta extrema, com shakes horríveis, e tentei comer o mínimo possível. No dia do vídeo de ‘Sweet Melody’, eu tive um ataque de pânico no set porque não estava como eu queria e achei muito difícil apenas ser feliz e me divertir”, explicou.

Inclusive, Jesy Nelson explicou que em uma das sequências do videoclipe ela não parece, porque no momento em que as cenas foram gravadas, ela estava tentando melhorar da crise de pânico. “Eu estava tipo, ‘Eu só quero ir para casa’”, detalhou. Este momento foi crucial para ela entender que não dava para seguir em frente no Little Mix. Uma pessoa próxima a ela aconselhou no camarim: “Isso tem que parar. Você não pode continuar fazendo isso você mesma. Você vai acabar onde estava antes”. “Para mim, esse foi o ponto culminante. Eu estava tipo, ‘Eu preciso começar a cuidar de mim agora porque isso não é saudável’. Não era bom para os outras três estar perto de alguém que não queria estar ali. Então fiz uma pausa”, acrescentou.

O período de distanciamento também ajudou Nelson a fazer uma autoavaliação, refletir o que era melhor para ela nos âmbitos pessoal e profissional. “Por tanto tempo eu me preocupei com outras pessoas e com decepcioná-las. A única pessoa que eu devia estar tentando fazer feliz era eu mesma e eu não estava fazendo isso. Eu precisava fazer isso pela minha saúde mental, porque eu sei que teria acabado de volta onde estava cinco anos atrás, e isso é assustador”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

Quando finalmente revelou para o mundo que estava deixando o Little Mix, a cantora recebeu o apoio de ninguém menos que Liam Payne, que fez parte da boyband One Direction, e coincidentemente também foi criada no talent show “X-Factor”. “Alguns membros de bandas me procuraram. Liam Payne do One Direction foi um deles. Na verdade, ele me enviou uma mensagem muito boa. Basicamente dizendo que, se eu quisesse conversar, ele estava sempre ali, o que é realmente adorável”, contou para a revista.

Jesy1
Jesy Nelson concedeu entrevista reveladora para a Cosmopolitan. (Foto: Reprodução)

Apesar dos capítulos difíceis, Jesy também destacou o lado bom de estar ao lado de Perrie Edwards, Leigh-Anne Pinock e Jade Thirlwall. “A parte mais difícil de estar em um grupo de garotas para mim, era ser constantemente comparada a três outras garotas e não me sentir boa o suficiente. E a melhor parte de estar em um grupo de garotas foi tudo o que conquistamos juntas e construir a base de fãs mais incrível e viajar pelo mundo juntas”, contou.

E para sua surpresa, o desligamento do grupo também foi bem aceito pelos seus admiradores. “Quando coloquei minha declaração, desativei os comentários porque estava me enganando pensando: ‘Vou receber muito hate por isso’. Minha irmã me ligou e disse: ‘Acho que você deve ativar seus comentários. Tudo o que vi é muito positivo’. Ativei meus comentários e apenas sentei na cama e chorei porque estava maravilhada com o quão amáveis ​​todos estavam sendo. Foi um choque para mim. Eu não conseguia entender o quanto as pessoas estavam me apoiando e entendiam”, recordou.

Carreira solo 

Pouco tempo após a saída do grupo, Jesy Nelson revelou que estava nos estúdios de gravação trabalhando em seu primeiro projeto solo. “Eu não sabia que poderia ser tão feliz. Quando estava no grupo, pensei que era normal me sentir assim. E porque eu me senti assim por dez anos, eu apenas pensei: ‘Isso é a vida’. Desde que eu saí, me sinto livre”, declarou.

Continua depois da Publicidade

A britânica ainda falou sobre o fato de muitos haters a julgarem por ter saído do Little Mix e continuar cantando. “Sinto que algumas pessoas não entendem por que deixei o Little Mix, mas agora estou no estúdio fazendo música. Muitas pessoas disseram: ‘Achei que você tivesse saído da banda para se concentrar na sua saúde mental?’ Eu nunca disse isso quando fiz minha declaração, que estava saindo da banda para nunca mais estar aos olhos do público, me apresentar de novo ou fazer música. Eu disse que estava saindo da banda porque realmente não conseguia lidar com a pressão de estar em uma banda formada por garotas”, argumentou.

Jesy2
Jesy Nelson está nos preparativos para o lançamento de carreira solo. (Foto: Reprodução/Instagram)
Carregando ... Carregando …

Pelo contrário, a estrela explicou que as artes são fundamentais para ela cuidar da mente. “É uma loucura as pessoas pensarem que eu simplesmente pararia de trabalhar completamente, porque trabalhar na minha saúde mental é ir para o estúdio e criar músicas que adoro. Isso é o que limpa minha cabeça e me deixa feliz. É bom para minha saúde mental. Eu preciso fazer coisas que me deixem feliz agora e as pessoas podem pensar que isso é egoísmo, mas momentos na vida você tem que se colocar em primeiro lugar, você tem que se amar, você tem que fazer o que lhe faz feliz”, finalizou.

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *